Serviços

Hackeando sites do governo americano. Pela rede da Marinha

O porta-aviões USS Harry S. Truman, cuja rede foi utilizada para os ataques

O serviço de investigação criminal da marinha dos EUA (Naval Criminal Investigative Service – NCIS) prendeu dois homens, um deles ex-fuzileiro – sob a acusação de terem invadido mais de 30 sites do governo americano em nome dos hackers do Team Digi7al. Eles agora enfrentam um processo aberto na corte de Tulsa, Oklahoma, por conspiração contra o governo. Entre os sites invadidos estão alguns da própria Marinha e da agência de Inteligência Geoespacial  (NGA).
Um dos presos é Nicholas Knight, de 27 anos, que já foi administrador de sistemas na área do reator nuclear do porta-aviões USS Harry S. Truman; o outro é o estudante Daniel Krueger, de 20 anos, de Illinois. A acusação informa que as invasões aconteceram enquanto Knight estava na Marinha e teria usado para isso a rede da armada.

O processo informa que ambos hackearam as organizações com o propósito de furtar identidades, fazer sabotagem e obstruir a justiça. Os dados furtados (220 mil registros só da Marinha) foram expostos pela conta do Twitter do Team Digi7al. A lista parcial das organizações atacadas é esta:

  • U.S. Navy
  • U.S. National Geospatial-Intelligence Agency
  • U.S. Department of Homeland Security
  • AT&T U-verse
  • Autotrader.com
  • Harvard University
  • Johns Hopkins University
  • Kawasaki
  • Biblioteca do Congresso
  • Los Alamos National Laboratory
  • Louisville University
  • MTV Network
  • Montgomery Police Department (Alabama)
  • Email do embaixador do Peru na Bolivia
  • San Jose State University
  • Stanford University
  • Toronto Police Service (Canada)
  • Ultimate Car Page
  • University of Alabama
  • University of British Columbia (Canada)
  • University of Nebraska-Lincoln
  • Organização Mundial de Saúde

Os acusados correm o risco de pegar cinco anos de prisão e multa de US$ 250mil.

No comments yet.

Leave a Reply